Crescimento da Zetra no mercado internacional é reconhecido por premiação da Fundação Dom Cabral

A Zetra, fintech brasileira que promove o bem-estar financeiro de empregados de instituições públicas e privadas, é destaque no 13º Ranking de Internacionalização das Empresas Brasileiras, elaborado Fundação Dom Cabral (FDC).

A empresa mineira ocupa a 36ª posição, entre 69 as companhias locais que fizeram investimentos no exterior, à frente de grandes já consolidadas no mercado externo, como Alpargatas, Chilli Beans e Banco do Brasil.

Sua spin off internacional, a SalaryFits, se destaca pelo uso da tecnologia brasileira para difundir internacionalmente a inclusão financeira e a oferta de benefícios sustentáveis com desconto em folha de pagamento, em países como Reino Unido, Índia, Portugal, Itália, Portugal e México.

Na premiação, a Zetra conquistou também o primeiro lugar no quesito de crescimento de receita bruta no exterior, com a alta de 413%.

“Vimos que os mercados internacionais comportam o nosso tipo de serviço, pois os problemas são muito semelhantes. A criação de um canal mais eficiente para a oferta de produtos financeiros a partir do relacionamento entre colaboradores e empregadores é uma tendência crescente nesses mercados. Estamos certos que o sucesso da nossa iniciativa consolida nossa percepção de que a inovação que promovemos no Brasil irá igualmente alcançar escala significativa no exterior, viabilizando a oferta se produtos mais justos e inclusivos a milhões de famílias nos mercados em que atuamos”, destaca Renato Araujo, fundador da Zetra e chairman da SalaryFits.

A Zetra beneficia mais de 3 milhões de famílias no Brasil, além de centenas de empregadores públicos e privados. Com a participação de mercado de mais de 30%, a fintech deve fechar o ano com crescimento acima de 10%, mesmo com a recessão econômica que o país tem atravessado nos últimos anos.

Segundo o estudo da FDC, no ano passado, 37,5% dos investimentos das empresas brasileiras foram destinados à expansão internacional. Além disso, 71,9% das companhias aumentaram seus investimentos no exterior, com o objetivo de reduzir a dependência no mercado interno, muito afetado pela crise econômica. No mesmo período, apenas 39% das empresas ampliaram seus aportes domésticos.

“Estarmos muito bem posicionados no raking reforça que estamos no caminho certo, sem, no entanto, deixar de investir também no Brasil”, completa Araujo, que mantém otimismo sobre a expansão e investimentos em 2019.

 

Na foto, Fabio Augusto, gerente de Marketing, recebendo a premiação.

1Comentário
  • Celia Antoniacomi

    14 de novembro de 2018 at 23:38 Responder

    Parabéns Zetra, é o reconhecimento se fazendo presente!!!!

Publicar um comentário

AJUDA

Faça seu cadastro e receba em primeira mão todas a novidades da zetra

Fique tranquilo, a Zetra não envia seus dados a terceiros.