Primeira parcela do 13º salário: que tal deixar as contas em dia?

Depois do fim do primeiro semestre, o tempo parece passar mais rapidamente até o fim do ano. Só restam apenas três meses para 2020 acabar e muitas empresas e instituições adiantarão a primeira parcela do décimo-terceiro salário. A notícia é animadora e traz esperança para servidores e colaboradores, mas o acesso ao valor deve ser muito bem avaliado pelo funcionário, principalmente os que estiverem com as contas no vermelho.

Se no ano passado as pessoas se mostravam dispostas a usar o 13º salário para a compra de presentes, este ano será diferente. Segundo especialistas da fintech Zetra – empresa desenvolvedora do Portal eConsig, haverá uma forte tendência das pessoas usarem a parcela extra de salário para pagar as temidas dívidas.  A prática é muito bem-vinda, afinal, quem não gostaria de de viver sem preocupações com os boletos que virão?

Pensando nisso, a Zetra listou cinco dicas para que você faça as melhores escolhas para a parte final de 2020. Vamos lá?

Contenha a empolgação – Um adiantamento de parcela do décimo terceiro salário pode dar a falsa sensação de que você está com muito mais dinheiro. Realmente o valor é maior, mas é importante entender que o salário no fim do ano será menor do que o esperado. Portanto, é válido segurar a empolgação de adquirir novos bens ou realizar sonhos, principalmente se está endividado. Cabeça no lugar e atenção para as próximas dicas.

Juros em cima de juros – Muitas vezes o valor das dívidas ou das parcelas não chega a ser alto. Aí acabamos priorizando outras contas e, quando voltamos nossa atenção para a dívida, já é tarde demais. Ocorrem a incidência dos juros (taxas cobradas pelo empréstimo de dinheiro) e nosso endividamento vai para as estrelas. Nessas horas é importante agir com rapidez e quitar as dívidas o quanto antes. Confie em nós, será mais válido imaginar que o 13º está te comprando um grande presente: a sua paz.

Escolha consciente – Caso a sua situação financeira esteja fora do controle e nem o seu décimo-terceiro salário será suficiente para quitar tudo, é importante saber exercitar a capacidade de escolher qual conta será paga. Cada conta costuma ter uma taxa de juros diferente. Além disso, sobre algumas contas podem incidir os juros simples e sobre outras, juros compostos. Os compostos são mais complexos, pois geram juros em cima dos juros, o que é um grande risco financeiro. Faça as contas e priorize o pagamento dos mais altos, pois eles aumentarão o volume da sua dívida e farão seus débitos fugir do controle.

Negocie – Mesmo com o 13º nas mãos, não dê tudo de bandeja. Busque negociar com seus credores. Faça a proposta de pagamento à vista, geralmente as empresas costumam disponibilizar descontos para quem efetuar os pagamentos de uma só vez. Caso o valor seja muito alto, também procure saber se há a opção de parcelamento da dívida. Só lembre de ficar atento às taxas de juros que incidirão caso você sofra imprevistos e não consiga honrar com esse novo parcelamento.

Poupe – Por fim uma dica para a vida: busque poupar uma parte do dinheiro. Não há bola de cristal para prever o que vai acontecer, então esteja sempre atento aos imprevistos. Mesmo que tenha conseguido saldar suas dívidas, não parta para novas. Essa pode ser a sua oportunidade de ouro para praticar a primeira meta para 2021: guardar dinheiro e se livrar dos endividamentos.

 

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

136 comentários em “Primeira parcela do 13º salário: que tal deixar as contas em dia?”

  1. antonio paulo pacheco

    muito importante a dica de saber o que fazer com o 13* fico grato pela dica eu estarei atento principalmente
    com a situaçao que vive o pais nao sabendo o que será a economia no ano 2021 grato.

  2. Armando de oliveira junior

    E uma orientaçao importante e eficaz, para nos , nos relembra e alerta para o emprego do 13 salario com as nossas nacessidades reais.

  3. Eva de Lourdes Duarte da Silva

    O décimo 13 vem sempre em boa hora é um reforço muito importante, principalmente neste momento da Pandemia onde tudo esta subindo sem controle.

  4. Dicas ótimas, tenho praticado isto desde o ano passado onde depois de muito tempo consegui pegar o 13º completo e este ano não será diferente…como é bom a gente poder respirar e a grande dica é esta (tente guardar um pouquinho que seja).

  5. OTACILIO TOMAZ DA COSTA

    Sempre é bom estar atento com o controle financeiro.
    As despesas são muito voláteis e temos que saber o que temos em frente.
    Grato!!!!

  6. Boa tarde.
    Estamos vivendo submissos à evolução tecnológica que nos envolve, e com a qual devemos nos adequar, pois visam a nossa satisfação e segurança ao que se destina. É o caso do Sistema EB_consig, evolução do antigo SISCONSIG, aprimorado!
    Sua finalidade especi´fica visando a segurança de seus usuários, é um parâmetro notório de satisfação mútua, pois congrega as partes envolvidas com as restrições cabíveis a tal propósito.
    Portanto, congratulo-me com a iniciativa e elaboração desse sistema financeiro!!
    E referente à sábia utilização do saldo “extra”, da parcela do 13º, considero bem oportuna a notificação feita a respeito, por sua relevância em bem ser aplicado e/ou utilizado, conforme o que a necessidade orçamentária familiar exija.

  7. Heraclito Gomes de Santana

    Muito bom para as pessoas que querem colocar suas finanças em dia, pois, certamente, é uma ajuda de grande valia, principalmente para quem não gosta de dívidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca
Newsletter
Posts Recentes